Gata Branca - Holly Black

Título: Gata Branca
Autora: Holly Black
Editora: Rocco
Número de páginas: 360
Avaliação: ♥♥♥
Sinopse: Cassel vem de uma família de mestres da maldição – pessoas que têm o poder de mudar emoções, memórias e destinos com o mais leve toque das mãos. Mas fazer isso é ilegal, o que significa que todos eles são criminosos. Exceto Cassel. Ele não tem o toque mágico, está de fora: é o único filho normal em uma família paranormal. O único detalhe é que matou sua melhor amiga. Tentando fugir de seu terrível passado, Cassel faz de tudo para ser como os outros garotos. Uma noite, porém, tudo vai por água abaixo: depois de sonhar repetidas vezes com uma estranha gata branca, um ataque de sonambulismo o põe em perigo e ele começa a achar que seus irmãos estão escondendo mais do que alguns segredos. Desconfiado de que não passa de uma pequena peça de um grande golpe, Cassel começa então a fazer uma busca em seu passado e em suas memórias, que parecem lhe fugir. Para desvendar os mistérios de sua vida, ele vai precisar armar um verdadeiro golpe de mestre. 

Resenha: A lista de livros na minha meta de leitura está ficando cada vez maior, e o meu tempo menor. Em época de estudos e com provas e mais provas para fazer, quase não consigo reservar um tempinho para ler, mas com muito esforço consegui, e o livro da vez foi "Gata Branca" da autora Holly Black. Eu nunca tinha sequer ouvido falar desta obra, mas me interessei por ser da editora Rocco, que atualmente anda com uma lista muito boa de livros. 
Gata Branca conta a história de Cassel, um jovem estudante universitário que possui um hábito bem comum na sociedade atual, o sonambulismo. Seus passeios noturnos se tornaram constantes, até o dia em que ele acordara e estava bem em cima de um telhado gritando por socorro, assustando grande parte de estudantes e professores do campus universitário. Medidas deveriam ser tomadas, mas como? Cassel vivia em uma sociedade que não pertencia  a ele. Tudo era uma farsa.
Cassel veio de uma família de executores, pessoas com poderes de causarem maldições e controlar sentimentos, pensamento e principalmente a sorte apenas com um pequeno toque de mãos. Uma em cada mil pessoas são executores, um trabalho sujo e ilegal que deve ser mantido em segredo. O problema é que Cassel é o único de sua família que não nasceu com o dom de provocar maldições. Sua mãe, seus irmãos e seu avô eram reconhecidos entre os grupos de executores por serem um dos mais experientes.
Cassel poderia ser considerado o frágil e inocente da família, ao contrário do fato de ter assassinado a sua namorada, Lila, quando tinha apenas quatorze anos. Perdido em mundo repleto de mentiras,  as noites de Cassel vem se tornando cada vez mais intensas, sonhando com uma gata branca que diz ter sido amaldiçoada, e que somente ele poderia quebrar o feitiço. Seria a gata, um espírito de um mortal de volta a vida?
Acho que criei expectativas demais para este livro, sendo um dos motivos de ter adiantado esta leitura, e acabei me decepcionando bastante. Eu pensei que Gata Branca seria repleto de ação e muitos mistérios,  mas não. Acho que somente as quatro primeiras páginas do livro foram bem atrativas. Não gostei nenhum pouco da trama criada pela autora e o enredo apresentado, a não ser pela misteriosa gata branca e o seu verdadeiro significado. Os personagens não me conquistaram e fizeram com que algumas vezes eu quisesse abandonar a leitura, mas fiz um esforço para que isso não acontecesse. Eu esperava bem mais da Holly, e agora nem sei se quero realmente continuar a série “Mestres da Maldição”. Quem sabe depois...

Nenhum comentário:

Postar um comentário